quinta-feira, 30 de abril de 2009

CORAÇÃO FERIDO



"A maioria das pessoas chega a um ponto da vida em que já não se pode voltar atrás. E, em raríssimos casos, a um ponto que ja não é possível avançar. E quando se chega a esse ponto, não temos outro remédio que não seja aceitar calmamente o facto consumado. So assim é que se sobrevive."

SEJA O QUE FOR QUE ANDES A PROCURA, QUANDO O ENCONTRARES NAO SERA O QUE ESPERAS!

"QUANDO ALGUEM SE ESFORÇA MUITO PARA ENCONTRAR UMA COISA, POR NORMA, NÃO A CONSEGUE! E QUANTO MAIS SE FOGE DE UMA COISA MAIS DEPRESSA ELA VEM TER CONNOSCO!"

FECHAR OS OLHOS E TAPAR OS OUVIDOS NAO FAZ PARAR O TEMPO

"Fechar os olhos não muda nada. As coisas não desaparecem pelo simples facto de não as estares a ver. Pelo contrário. Da próxima vez que abrires os olhos revelar-se-ão ainda piores. É esse o mundo em que vivemos"

Haruki Murakami

ONDE RAIO PAIRAM OS HOMENS QUE PENSAM ASSIM?!!

"Só quando os homens chegam a uma certa idade é que podem dizer com certeza que as mulheres são melhores do que eles em tudo - mesmo na bola, a carregar pianos, a lutar com jacarés ou nas outras coisas em que ganhávamos quando éramos mais novos e brutos e fortes.Quando se é adolescente, desconfia-se que elas são melhores. Nos vintes, fica-se com a certeza. Nos trintas, aprende-se a disfarçar. Nos quarentas, ganha-se juízo e desiste-se. Nos cinquentas, começa-se a dar graças a Deus que seja assim. Os homens que discordam são os que não foram capazes de aprender com as mulheres (por exemplo, a serem homenzinhos), por medo ou vaidade ou estupidez. Geralmente as três coisas.Desde pequenino, habituei-me que havia sempre pelo menos uma mulher melhor do que eu. Começou logo com a minha linda e maravilhosa mãe, cuja superioridade - que condescendia, por amor, em esconder de vez em quando - tem vindo a revelar-se cada vez mais. As mulheres são melhores e estão fartas de sabê-lo. Mas, como os gatos, sabem que ganham em esconder a superioridade. Os desgraçados dos cães, tal como os homens, são tão inseguros e sedentos de aprovação que se deixam treinar. Resultado: fartam-se de trabalhar e de fazer figuras tristes, nas casas e nas caças e nos circos. Os gatos, sendo muito mais inteligentes, acrobatas e jeitosos, sabem muito bem que o exibicionismo vão leva à escravatura vil."

Miguel Esteves Cardoso

CONVÉM RELEMBRAR


"Just because a person has feelings for you, doesn't mean you have to return those feelings"

terça-feira, 28 de abril de 2009

ATE O FERRO ENFERRUJA

Bem, desta é que foi...
Encostei às boxes, só posso "rolar" o estritamente necessário e mesmo assim com uma carga de "suplementos" tão grande que acho que não preciso mais preocupar-me com as refeições!
O "veículo" está cansado, a idade não perdoa e assim sou obrigada a reconhecer que tenho mesmo que mudar de vida!

segunda-feira, 27 de abril de 2009

PERGUNTAS SEM RESPOSTA

Se eu te pedir com carinho, abraças-me de mansinho, não dizes nada e deixas-me ficar com a cabeça encostada até eu acreditar novamente que vou ser capaz?
E se eu não me atrever a pedir - ou não tiver coragem para o fazer - olhas-me nos olhos e sem comentar, abraças-me ainda com mais força?
Se eu nada disser e nem sequer te olhar, vais conseguir entender que até os mais fortes às vezes gostam - e precisam - de ser protegidos, mas por norma têm medo de o assumir?

Será que sim?!! Tomas conta de mim, mesmo se eu disser que não quero e, em especial, quando argumentar que não preciso? E abraças-me com muita, muita, muita força até a "tempestade" passar e todos os "rios" que me correm na face secarem ?

Será mesmo?!!

domingo, 26 de abril de 2009

É UMA EXCELENTE PERSPECTIVA...

"Os problemas não me podem matar,
EU é que posso matar os problemas!"

DOMINGO PERFEITO (para alguns)

HERE I GO AGAIN

"A maior recompensa do nosso trabalho não é o que nos pagam por ele, mas aquilo em que ele nos transforma."
Autor: John Ruskin

Coisas...

Hoje acabou-se-me o cafe do pequeno-almoço. Como me sabe bem beber meio litro de leite logo pela manhã, mas não gosto do sabor do leite, ficar sem café aborrece-me.
Ataquei a despensa em busca de algum pacote perdido e deparei-me com uma embalagem de um "magnífico produto francês" que, em tempos me foi oferecido.
O sabor deixa muito a desejar, mas como as memórias também "adoçam", tomei um pequeno-almoço diferente, recheado de recordações cómicas e - com um sorriso nos lábios - voltei a guardar a embalagem algures nos confins da despensa ("just in case").

Só para que saibam...

sábado, 25 de abril de 2009

Já mencionei o que penso deste tema?

"Um beijo é mais do que um toque de lábios,
é um toque de dois corações,
de duas almas,
de duas incandescentes porções da vida do espírito"

Fernando Pessoa


Em homenagem:
- ao meu primeiro beijo;
- ao beijo que sempre quis dar e nunca dei;
- aos beijos que nunca devia ter dado e dei!
Mas, em especial, a pensar em todos os que ainda me faltam e desejo dar...

Como disse alguém: HOJE É O PRIMEIRO DIA DO RESTO DA MINHA VIDA

"Tens medo da tua imaginaçâo. E ainda mais dos teus sonhos. Medo da responsabilidade que começa nos sonhos. Mas precisas de dormir, e com o sono vêm os sonhos. Quando estás acordado, sempre podes suprimir a imaginação. Mas nao podes eliminar os sonhos."

Haruki Murakami in "Kafka à beira-mar"

quinta-feira, 23 de abril de 2009

UMA VERDADE METAFÓRICA

Tenho oculos para ver ao perto, o que significa que, nos últimos tempos, não obstante ver bem o que estava longe, andei a ver de "forma muito nublada" o que se passava mesmo junto a mim...
E esta constatação explica muita coisa!!!

Fear

"A couple of hundred years ago, Benjamin Franklin shared with the world the secret of his success. Never leave that till tomorrow, he said, which you can do today. This is the man who discovered electricity. You think more people would listen to what he had to say. I don't know why we put things off, but if I had to guess, I'd have to say it has a lot to do with fear. Fear of failure, fear of rejection, sometimes the fear is just of making a decision, because what if you're wrong? What if you're making a mistake you can't undo? The early bird catches the worm. A stitch in time saves nine. He who hesitates is lost. We can't pretend we hadn't been told. We've all heard the proverbs, heard the philosophers, heard our grandparents warning us about wasted time, heard the damn poets urging us to seize the day. Still sometimes we have to see for ourselves. We have to make our own mistakes. We have to learn our own lessons. We have to sweep today's possibility under tomorrow's rug until we can't anymore. Until we finally understand for ourselves what Benjamin Franklin really meant. That knowing is better than wondering, that waking is better than sleeping, and even the biggest failure, even the worst, beat the hell out of never trying."

Grey's Anatomy quotes

quarta-feira, 22 de abril de 2009

PRONTO LÁ VOU EU CAIR DO CAVALO NOVAMENTE DAQUI A DIAS...

"We cut ourselves off from hoping for the best because too many times the best doesn’t happen. But every now and then something extraordinary occurs and suddenly best case scenarios seem possible. And every now and then something amazing happens, and against our better judgment we start to have hope."

Grey's Anatomy quotes

terça-feira, 21 de abril de 2009

MUDANÇAS DE VISUAL

Volvidos 35 anos fui obrigada a comprar uns óculos... A vista cansou-se, fez uma greve agressiva e obrigou-me a medidas de emergência! Apos observação atenta, ouvi o veredicto:"a sua vista está cansada, precisa de ajuda para actividades que implicam esforço, como sejam trabalhar ao computador, ler, escrever e conduzir."
2 horas e 370 euros depois era uma nova mulher: usava óculos! Confesso que não estava preparada para esta mudança, mas a verdade é que me sinto muito melhor desde que os pus...
Bem, a ideia de que parecia uma intelectual sexy também me agradou... Abençoados aqueles (mentirosos) que nos elogiam em momentos tão complicados como a escolha do Primeiro Par de Óculos!!!

domingo, 19 de abril de 2009

ACORDA MENINA LINDA


"Acorda, menina linda
Vem oferecer
O teu sorriso ao dia
Que acabou de nascer
Anda ver que lindo presente
A aurora trouxe para te prendar
Uma coroa de brilhantes para iluminar
O teu cabelo revolto como o mar
Acorda, menina linda
Anda brincar
Que o Sol está lá fora à espera de te ouvir cantar
Acorda, menina linda
Vem oferecer
O teu sorriso ao dia
Que acabou de nascer
Porque terras de sonho andaste
Que Mundo te recebeu
Que monstro te meteu medo
Que anjo te protegeu
Quem foi o menino que o teu coração prendeu ?
Acorda, menina linda
Anda brincar
Que o Sol está lá fora à espera de te ouvir cantar
Acorda, menina linda
Vem oferecer
O teu sorriso ao dia
Que acabou de nascer
Anda a ver o gato vadio
À caça do pássaro cantor
Vem respirar o perfume
Das amendoeiras em flor
Salta da cama
Anda viver, meu amor
Acorda, menina linda
Vem oferecer
O teu sorriso ao dia
Que acabou de nascer"

Jorge Palma (Casino de Lisboa 19.04.2008)


video

sábado, 18 de abril de 2009

SOU LIVRE...

"Sou livre. Fecho os olhos e penso na minha nova condição, ainda que não esteja bem certo do que significa. Tudo o que sei é que estou completamente sozinho. Desterrado numa terra desconhecida, como um explorador solitário sem bússula nem mapa. Será isto liberdade? Não sei, confesso, e às tantas deixo de pensar nisso."

Haruki Murakami in "Kafka à beira mar"

FÁCIL FALAR...

«Não ponhas um ponto final onde Deus pôs apenas uma vírgula».

Assim reza (magnificamente) uma inscrição numa igreja metodista dos EUA.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

BOA PERGUNTA!

"No matter how far you travel
or how much you run from it,
can you ever really escape your past?"

Becky Hartman Edwards and Michael Patrick King, Sex and the City, Escape from New York, 2000

A ESCREVER É QUE EU ME ENTENDO...

"I never feel that I have comprehended an emotion, or fully lived even the smallest events, until I have reflected upon it in my journal; my pen is my truest confidant, holding in check the passions and disappointments that I dare not share even with my beloved."

Stephanie Barron, Jane and the Unpleasantness at Scargrave Manor, 1996

quinta-feira, 16 de abril de 2009

I WISH YOU WERE HERE (now)!

"We all get at least one good wish a year. Over the candles on our birthday. Some of us throw in more. On eyelashes, fountains, lucky stars, and every now and then, one of those wishes comes true. So what then? Is it is as good as we'd hoped? Do we bask in the warm glow of our happiness? Or, do we just notice we've got a long list of other wishes waiting to be wished?

We don't wish for the easy stuff. We wish for big things. Things that are ambitious, out of reach. We wish because we need help and we're scared and we know we may be asking too much. We still wish, though, because sometimes they come true!"

Grey's Anatomy quotes

ORA AÍ ESTÁ UM BOM CONSELHO!!!

"A celebração do Beijo pede-lhe que reavive os usos da boca. Estabeleça-se em bons sítios para proceder a estudos empíricos, esse é o objectivo da nossa compilação de cenários românticos. Se não tiver sítio para beijar, beije em todo o lado. Veja românticos filmes, acorde o seu par do sono como se lhe quebrasse o feitiço. Muna-se de um diferente sabor e partilha-o na boca. (...)“Se não podemos vencê-los... vamos comê-los!” "

in http://www.lifecooler.pt/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp?art=7678&rev=2

QUAL É AFINAL O GRANDE PLANO?!!!

"Reduzo-me a pormenores que fixo na retina ou aguento nas entranhas, incapaz de abarcar o desígnio maior disto tudo. Vogam por aqui insensatas esperanças e fazem-se contas de cabeça, embora eu cale o que queria de facto dizer-te, de alguma forma ainda presa a ti: a tanto me leva o paradoxo da saudade. É o teu sabor na minha boca, mesmo quando não estás, e é o teu andar desengonçado a arrastar a minha sombra, até quando vou sozinha. Começo a não saber onde residem os intervalos, se nos momentos em que estou contigo, se quando o resto da minha existência segue para bingo. Mas se hoje é assim, amanhã fico indiferente, a achar a urgência que me consome um disparate sem cabimento nesta minha vida cronometrada por terceiros. Dizem que é isto a bipolaridade do amor: num dia, a razão desvaloriza-o em nome da sobrevivência da espécie, no outro, induz práticas irreflectidas que roçam o indecoro (...). No fundo, queria apenas o que milhões de outros homens e mulheres sempre quiseram uns dos outros: acordarem de manhã lado a lado, brevemente completos, embalados por impressões difusas de felicidade."

quarta-feira, 15 de abril de 2009

AH, POIS É!!!

"A vida é como uma corda
De tristeza e alegria
Que saltamos a correr
Pé em baixo, pé em cima
Até morrer
Não convém esticá-la
Nem que fique muito solta
Bamba é a conta certa
(...)
Se saltares muito alto
Não tenhas medo de cair
De ficar infeliz
Feliz a cem por cento
Só mesmo um pateta feliz"

NOITE MAL DORMIDA

Esta noite dormi mal.
Passei a noite a "fugir" de um chefe que insistia não só em "remeter-me" para Angola, mas também em "obrigar-me" a transformar os meus amigos em clientes por forma a aumentar os resultados da sociedade em que me insiro. Dei por mim, em sonho, atrapalhadíssima sem saber como gerir as minhas relações pessoais face às projectadas novas viagens e à promiscuidade trabalho/lazer.
Acordei rabujenta, com dores de cabeça e sem vontade de falar com quem quer que seja.

Há princípios que me são fundamentais e de que não concebo abdicar (mesmo em tempos de crise).
Amigos são amigos e clientes são clientes (embora 12 anos volvidos, muitos clientes sejam bons amigos).
Viajar a trabalho faz sentido quando há um projecto suficientemente importante para que os nossos afectos sejam temporariamente afectados.

Posto isto, a minha noite foi um grande pesadelo! Neste momento não concebo incomodar os meus amigos com propostas de trabalho (quando todos estamos a passar por momentos menos positivos e recorremos uns aos outros para diminuir custos). Mas, também não concebo abalar rumo às Áfricas só porque sim. Prezo verdadeiramente a minha vida pessoal e, sendo uma pessoa habituada a trabalhar fora, sei o quanto custa manter os afectos com ausências constantes e sem rotinas sedimentadas. Gosto de aventuras, mas nesta fase da vida já tenho muito claras as minhas prioridades e assusta-me quando me deparo com "profetas da riqueza africana" que não ponderam todas as vertentes de um projecto multinacional.

Claramente não teria qualquer problema em aceitar um projecto fora de Portugal, desde que fosse seguro que a minha vida familiar e os meus afectos não seriam afectados!

A bem dizer até acharia graça a uma internacionalização, mas bem acompanhada! É que a solidão num país estrangeiro pode ser assustadora (digo eu, que sei bem o que isso é)! A ver se esta noite transformo o pesadelo da noite passada num sonho de aventura a dois, três ou quarto ;)!

segunda-feira, 13 de abril de 2009

ESTA NOITE SINTO-ME ASSIM...

Entre por essa porta agora
E diga que me adora
Você tem meia hora
Prá mudar a minha vida
Vem, vambora
Que o que você demora
É o que o tempo leva...
Ainda tem o seu perfume
Pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara?
Quando tem o seu cheiro
Dentro de um livro
Dentro da noite veloz...
Ainda tem o seu perfume
Pela casa
Ainda tem você na sala
Porque meu coração dispara?
Quando tem o seu cheiro
Dentro de um livro
Na cinza das horas...


domingo, 12 de abril de 2009

Andei de passeio!

Habituamo-nos a ir sempre aos mesmos sítios, a fazer sempre as mesmas coisas...
Somos seres de hábitos!

Esta Páscoa resolvi inovar!
Saí de Lisboa e fui até Monchique mas,
ao contrário do que é hábito, apenas pernoitei e segui viagem...
Andei por Sevilha, Granada, Serra Nevada e Malaga!
Digamos que juntei cultura e passeio, neve e praia! Fiz uma "salada de destinos".
E cerca de 1500 kms volvidos posso dizer que me diverti, descansei e me sinto uma pessoa culturalmente mais rica!

Are you talking about me?

"O teu coração é como um grande rio depois de uma forte chuvada que transborda, invadindo as margens. Todos os postes de sinalização que em tempos existiram no local desapareceram, inundados e arrastados pela corrente. E a chuva continua a cair desalmadamente sobre o leito do rio. De todas as vezes que observas uma paisagem devastada pela força da corrente, como essa, repetes a ti próprio: é exactamente assim que o meu coração se sente."

Haruki Murakami in "Kafka à beira-mar"

sexta-feira, 10 de abril de 2009

SÁBIO CONSELHO


"No fim de contas, a vida é TUA.
Basicamente, tens de fazer o que achares melhor, o que te dita a consciência"

Haruki Murakami in "Kafka à beira-mar"



Mais que palavras...

"De quem falo me acha direita
Se casa comigo, se rola e se deita
Me namora quando não devia
E quando eu queria me deixa na mesa
De quem falo me fala macio
E finge que entende o que nem escutou
(...)
É aquele que me quer só sua
(...)
De quem falo ele é feio e bonito
Mais velho e menino, meu melhor amigo..."

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Diálogo INEXPLICÁVEL, IMPENSÁVEL E INOLVIDÁVEL

Ela: Estás a querer que me converta em tua amante?
Ele: Não sejas assim! Estou a pedir-te que sejas minha amada...

Ocorreu-me a propósito a seguinte citação:

“No entanto (ouvi!) cada um mata o que adora: o seu amor, o seu ideal. Alguns com uma palavra de lisonja, outros com um frio olhar brutal. O covarde assassina dando um beijo, o bravo mais como um punhal.” Oscar Wild

E nunca devemos esquecer as sábias palavras de Shakespeare:

“E o amor que se perdeu, ao retornar, sempre há de Ser mais belo, e maior, e mais grato, e mais forte.”

quarta-feira, 8 de abril de 2009

O GOZO DE UM "PRAZO"

Cada profissão tem os seus encantos e a minha tem esta coisa dos "prazos"!!!
Conversa típica:
- Queres vir ao cinema?
- Não posso, hoje tenho um"prazo"!
- Porque não terminas amanhã?
- É que o prazo acaba hoje...
Coisas nossas!
O certo é que hoje tinha um "prazo" que por querer ir de férias descansada foi imperativo terminar. Assim, passa das 6h da manhã e cheguei agora a casa. Exausta, claro! Contudo, feliz (mais um prazo se cumpre). Só compreende a adrenalina do contra-relógio, a perspicácia acrescida trazida pela pressão e as vantagens do total dedicação quem passa por situações semelhantes!
Vou dormir um pouco e hoje sei que vou dormir verdadeiramente descansada pois mais um "prazo" está em vias de ser cumprido!

terça-feira, 7 de abril de 2009

O que há mais neste mundo são "talvez"!


"(...) toda a gente, em maior ou menor grau, anda em busca da mesma coisa: um lugar imaginário, o seu próprio castelo no ar, um lugar que lhes garanta uma atmosfera de sonho e fantasia."

in Haruki Murakami - a sul da fronteira a oeste do sol



P.S.
Uma coisa é certa não é no passado que se vai encontrar tal atmosfera... No passado ficou a realidade, no futuro mora o sonho e o caminho é a esperança

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Coisas minhas...

Sou estranha...
Estamos todos de acordo que a minha forma de estar não é exactamente o que se considera uma forma de estar "normal" (e com muita pena minha, constato que o passar dos anos atenua muitas das características que me tornaram única - nem melhor, nem pior - diferente).
Há uns dias li no blogue de uma amiga que ela estava aborrecida pelo fim de uma amizade. Na altura, recordei-lhe a "velhinha" ideia de que as pessoas estão na nossa vida por uma “Razão”, uma “Estação” ou uma “Vida Inteira" e que, depois de aceitarmos essa circunstância, se torna mais fácil lidar com eventuais "perdas".
A razão porque me lembrei disso agora?
Coincidências!
Trabalho numa zona central da cidade, rodeada de pessoas que chegaram por uma "Razão" ou que permaneceram comigo apenas por uma "Estação" e que, portanto, fui "perdendo". Claro está que, às vezes, acontece cruzarmo-nos, mas são poucos - muito poucos mesmo - aqueles que me fazem abrandar o passo (pelo contrário, normalmente desvio-me rapidamente e tento não ser sequer vista).
Já me acusaram de ser muito fria na gestão dos meus afectos. Não sei se concordo.
Na verdade, embora racionalmente aceite que as pessoas já não fazem parte da minha vida, emocionalmente custa-me tê-las perdido e revê-las faz-me pensar no tema novamente.
Com as devidas adaptações, quando alguém sai da minha vida é como se morresse, pelo que voltar a estar com ela faz-me sentir como se fosse obrigada a visitá-la num qualquer cemitério (quem me conhece sabe que não vou a cemitérios... lá não estão as pessoas de que gosto, estão os "restos" e não é assim que as quero recordar).
Será isto frieza? Talvez...
Para mim é a forma de preservar o bom que ficou e evitar destruir as recordações de uma relação que, por qualquer motivo, teve já o seu fim (e não há fim que não deixe mágoas, tristezas e ressentimentos de parte a parte).
Gosto muito das pessoas que passaram pela minha vida (vou gostar sempre) e é por isso que, algumas delas, não quero rever (tenho ideia de que tudo o que me disserem só servirá para aumentar a desilusão que tive e/ou a tristeza pela "perda" sofrida).
Tola esta atitude? Talvez...
Mas é assim que eu sou... (e como católica, sei que quem for realmente excepcional não ficará eternamente "morto", acabará por "ressuscitar" e deliberadamente "aparecer" junto a mim).

domingo, 5 de abril de 2009

Ando a escrever pouco

Não sei bem porquê...
Ando a escrever pouco (em qualquer dos blogs ou mesmo em papel) mas isso não significa que deixei de pensar...
Julgo que fui atacada pelo tédio e pela perguiça, fruto desta crise que reduz o trabalho e, portanto, nos desabitua de viver em pressão!
E quanto menos se faz, menos nos apetece fazer!
Além disso, ando entretida com as artes: cinema, teatro e dança, o que me tem ocupado as noites (hoje lá fui ver "Boa Noite, Mãe" - que por acaso não me agradou nada).
Talvez outra explicação seja andar mais calmita, mesmo que mantenha as mesmas angústias e os mesmos medos. Voltei a dormir bem. Isso também me retira algum tempo que antes dedicava à escrita.
O que é verdade é que não sei bem a razão que me leva a escrever menos, mas como sinto que me anda a falta uma parte importante de mim, quero ver se recupero o rapidamente o bom e velho hábito!

Há dias que não correm nem bem, nem mal... apenas são diferentes!

Tive um dia estranho!
Comecei por tratar de preparar o próximo fim de semana prolongado. Após três longas horas, estou pronta para voltar à praia, mas também tenho uns cabelos lindos para passear ao vento e umas unhas de cor digna de uma estância balnear.
Claro que isso implicou saltar o almoço (o que as mulheres fazem para se sentirem belas). Depois da saga "beleza de verão", vi-me obrigada a atacar o supermercado! Lá fui eu, de carrinho em punho, recolhendo o leite, o pão, o queijo, o doce, o shampoo, o gel de banho, os detergentes e a comida preferida do meu cão!
E lá perdi mais uma hora e tal...
Bem, chegada a casa e arrumada a tralha toda fui "intimidada" a ser babysitter de uma menina linda de 5 meses, para os pais poderem ir ao Ikea.
Ora, o que começou por ser um sábado corriqueiro terminou com longas horas a entreter bebé, incluindo mudança de fraldas, biberon e sessões de Noddy!!!
Aos descrentes informo que não me saí nada mal (até me parece que tenho muito jeito e paciência q.b.).
O pobre do cão ficou enciumado, mas fora isso, nada houve a assinalar nas muitas horas de convívio (salvo talvez uma pequena nota para dizer que me vi obrigada a também não jantar).
Quando fiquei sozinha, percebi que me daria bem com uma família só minha, mas isso acho que já era óbvio para muita gente há muito tempo (eu é que sou lenta a perceber)!

sábado, 4 de abril de 2009

RIR A DOIS

"Um dos factores que pode garantir o sucesso de uma relação amorosa é, sem dúvida, o riso. Um sábio chinês, de nome impronunciável, diz que as coisas importantes devem ser tratadas com ligeireza e as coisas sem importância devem ser tratadas de forma séria.
Apesar de o riso ser tão importante para a boa saúde erótica de uma relação, nem sempre lhe damos o devido valor. Rir é bom, faz bem à saúde e contribui para retardar o envelhecimento. Rir com alguém é ainda melhor e faz ainda melhor ao corpo, à alma e ao coração. É como gostar das mesmas músicas; embora as afinidades humorísticas tenham ainda mais poder e maior encanto do que as afinidades musicais, porque se nos rimos das mesmas coisas, isso também quer dizer que percebemos as piadas um do outro.(...)
Rir das mesmas coisas e não se levar demasiado a sério não é um estratagema postiço para alcançar a felicidade, é uma forma de estar na vida que se aprende com a própria vida.
Com o riso vem o entendimento, tantas vezes tácito, cúmplice e quase secreto, codificado para quem está de fora, porém fácil de decifrar para quem está por dentro. Uma rápida troca de olhares, um meio sorriso, um gesto de mãos, um encolher de ombros bastam para que o outro entenda o que lhe queremos dizer. Palavras para quê? Os códigos estão lá, a telepatia entre casais em harmonia não é um fenómeno paranormal e a convivência tem destas coisas – em vez de nos fartarmos do outro, o outro torna-se cada vez mais próximo, cada vez mais confortável, cada vez mais uma parte de nós.
Além disso, brincar é uma arte que se pode praticar antes, durante e depois, tanto dentro como fora da cama. Pouco interessa se é aos médicos, aos índios e aos cowboys ou aos polícias e ladrões, a graça está em levar a coisa com leveza e deixar-se ir. Até porque quem se leva muito a sério na sua performance sexual corre o risco de parecer pretensioso, parvo e até ridículo.(...) O riso é sempre bem-vindo, sobretudo nas primeiras vezes em que a pele ainda faz o trabalho de batedor. E se as coisas não correm logo bem à primeira, o riso pode causar milagres e salvar a honra do convento no round seguinte.(...)"

sexta-feira, 3 de abril de 2009

The exception or the rule?

"I don't want to be "sort of dating" someone. I don't want to be "kinda hanging out" with someone. I don't want to spend a lot of energy suppressing my feelings so I appear uninvolved. I want to be involved. I want to be sleeping with someone I know I'll see again because they've already demonstarted to me that they're trustworthy and honorable -- and into me. "
In He's Just Not That Into You by Greg Behrendt and Liz Tuccillo

P.S. I wish I was your exception...

quinta-feira, 2 de abril de 2009

É PRECISO VIVER A EXPERIÊNCIA PARA VERDADEIRAMENTE ENTENDER...

"A dog has no use for fancy cars, or big homes, or designer clothes. A waterlogged stick will do just fine. A dog doesn't care if you're rich or poor, clever or dull, smart or dumb. Give him your heart and he'll give you his. How many people can you say that about, how many people can make you feel rare, and pure, and special. How many people can make you feel extraordinary?"

In Marly and me (movie)

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Quem quer, faz; quem não quer, manda.

Quem quer a bolota, que trepe.
Quem quer a rosa, agüente o espinho.
Quem quer a sardinha assada, chega-lhe a brasa.
Quem quer aprender a rezar, que entre no mar.
Quem quer bem, dá abraços.
Quem quer bem, de longe se faz perto.
Quem quer bem, sempre se encontra.
Quem quer caça, vai à praça.
Quem quer fogo, busque a lenha.
Quem quer, já fez metade.

E já agora, convém não esquecer também que:

Quem quer casar, sempre casou, se não é com quem quer, é com quem achou.
Quem quer mais do que lhe convém, perde o que quer e o que tem.

RECADO!

Andava eu sozinho a tremer de frio
Fui procurar calor e ternura nos braços de uma mulher
Mas esqueci-me de lhe dar também um pouco de atenção
E a minha solidão não me largou da mão nem um minuto sequer...